Como cozer ovas congeladas receitas

Ovas de bacalhau cozidas

Ovas de bacalhau cozidas

Não entendo como estas coisas variam de um supermercado para outro. Colocamos as ovas num tacho, com sal, água e leva-se ao lume a cozer
Salada de ovas

Salada de ovas

Sirva como entrada ou como prato principal, acompanhe com feijão frade, grão-de-bico cozido ou uma boa salada verde
Uma segunda oportunidade às ovas

Uma segunda oportunidade às ovas

Acho que, sem exagero deve ser a terceira vez na vida que comoovas e a primeira vez que gostei. - Ovasdescongeladas
Sapateira recheada

Sapateira recheada

Para o jantar da passagem de ano fizemos como entrada esta sapateira recheada que todos gostamos muito
Sapateira Recheada

Sapateira Recheada

Como referi prefiro usar as sapateiras cozidas. Isto porque para as cozer elas têm que estar vivas e faz confusão colocar um animal a mexer para dentro de uma panela de água a ferver, eu não gosto, por isso opto por as comprar sempre cozidas, frescas ou congeladas mas já cozidas
SAPATEIRA RECHEADA / PATÊ DE SAPATEIRA

SAPATEIRA RECHEADA / PATÊ DE SAPATEIRA

Como faço com algumas horas de antecedência, porque nestes dias especiais não há tempo a perder, mantenho o patê num recipiente fechado no frigorífico
Sapateira recheada

Sapateira recheada

Aproveito também para partilhar convosco algumas das dicas que me passou em relação a como e quando escolher sapateira
Sardinhas no Forno

Sardinhas no Forno

como é bom e calmante o seu som, o seu cheiro. É preciso ter atenção no arranjar das sardinhas porque elas podem ter ovas e se assim for fazemos o mesmo que fizemos ás sardinhas, temperamos passamos na farinha de milho e vai também ao forno, ficam muito saborosas
O Bacalhau

O Bacalhau

A pesca e seu tratamentoNavios de pesca de bacalhau e indústrias de transformação, outrora conhecidas como “Secas de bacalhau”, não faltam por esta região
Das ausências e doutros petiscos

Das ausências e doutros petiscos

Porém, como a comida é coisa que praticamente todos os dias tem que ir à mesa cá na Pensão Estrelinha, aqui ficam alguns apontamentos daquilo que tem sido dado a provar e merece figurar neste blog
ACPP - Tertúlia Gastronómica "Bacalhau"

ACPP - Tertúlia Gastronómica "Bacalhau"

De acordo com o “Dicionário Prático da Cozinha Portuguesa”, da editora Marcador, cujo autor é um dos oradores identificados acima, Virgílio Nogueiro Gomes, define-se bacalhau como sendo "peixe da família dos gadídeos, pescado nos mares do norte, e que os portugueses se habituaram a consumir depois de seco e salgado, como forma de conservação
Ovas com molho à espanhola

Ovas com molho à espanhola

Como tinha algumas congeladas, resolvi fazer. ) e como já não comia há algum tempo, souberam pela vida
Sapateira Recheada

Sapateira Recheada

Bem esta receita já é mais requintada, tanto pode ser para uma merenda como para uma entrada de uma refeição, ou ate para um petisco
Sapateira Recheada

Sapateira Recheada

Tente escolher sempre as sapateiras fêmea pois contêm mais recheio, como as ovas,distinguem-se bem pois as sapateiras fêmea, têm o dorso mais largo que os machos,os machos têm um dorso mais estreito
Peixe Galo Meunière

Peixe Galo Meunière

que vamos fazer segundo a norma clássica meunière fixada por Françoise Bernard* ( e não meunier) , nome que se mantém em francês dado ser este o nome do processo original, ridículo chamar-lhe "à moleira" ou coisa que o valha, como ridículo seria um francês chamar ao Bacalhau à Zé do Pipo, Morue à la Joseph du Tonelet
Recheio de sapateira

Recheio de sapateira

Que me perdoem os fãs do tempo frio, mas não há nada como dias quentes. Deite fora todas as partes não comestíveis e reserve as ovas e o conteúdo da carcaça