doces de colher

Pudim de pão com laranja

Pudim de pão com laranja

Ferver o leite com a casca de laranja e reservar. Cortar o pão em pedaços pequenos, juntar ao leite fervido, deixar que o pão absorva o leite

Arroz doce Merengado

Cá por casa somos grandes apreciadores do tradicional arroz doce e este modo de preparação é sensacional, só têm a acrescentar ao que por si já é tão bom
Arroz doce cremoso

Arroz doce cremoso

Vou partilhar a minha receita de arroz doce que leva um ingrediente secreto - uma dose de amor. Isto dá-nos tempo e dedicação para mexer devagarinho o arroz até atingir o seu ponto decremosidade característico
Aletria

Aletria

A Aletria é um doce que poderá encontrar um pouco por todo o país. Na região das Beiras a Aletria apresenta uma consistência mais compacta, podendo-se cortar à fatia
Aletria Tradicional

Aletria Tradicional

A aletria é um doce tradicional de Natal, típico da cozinha portuguesa, idêntico ao arroz-doce, mas feito com a massa que lhe dá o nome
Aletria sem Ovos

Aletria sem Ovos

Se fizer esta receita, mande-nos a sua foto para o email admin@docesregionais. A aletria, também conhecida como cabelo de anjo, é um doce tradicional de natal apreciado durante todo o ano
Aletria doce com ovos

Aletria doce com ovos

Trata-se de uma sobremesa já bem conhecida pelas nossas mães, mas por mais que o tempo passe nunca deixade apetecer
Pudim-Molotof de claras com chocolate

Pudim-Molotof de claras com chocolate

Uma sugestão para darem uso às claras não usadas em outras receitas, como por exemplo na "Tarte Pastel de Nata XL", que foi o que eu fiz neste(s) caso(s)
Mousse de Limão com Leite em Pó

Mousse de Limão com Leite em Pó

Caroline Donatelli MOUSSE DE LIMÃO COM LEITE EM PÓ. O Mousse de Limão com Leite em Pó é fácil de fazer, rápido e delicioso

Aletria cremosa

Ano Novo é tempo de rever prioridades, abraçar sonhos e preservar as coisas boas. 😍😍 Esteve ontem na minha mesa de reveillon, mas é ótima em qualquer altura do ano
crème brulée receita rápida

crème brulée receita rápida

Um simples e delicioso Creme Brulée. extracto de baunilha (ou uma vagem)  . 120 g de açúcar  . 1/2 litro de leite um pouco aquecido  . 4dl de nata (2 pacotes) . b para polvilhar e queimarPré-aquecer o forno a 200 graus Bater as gemas e o açúcar com batedeirade varas, até obter um creme homogéneo.  Acrescentar a nata, o leite e extracto de baunilha de acordo com o seu gosto (cerca de 4 tampinhas) ou utilizar uma vagem de baunilha retirar retirar as sementes e aquecer num pouco de leite de modo a emulsionar.  Levar ao forno por 25 minutos em banho-maria e verificar se está cozido, no fim do tempo, devem ter centro compacto, mas flexível.  Num forno eléctrico, cozinhar no meio do forno a 200°C (termostato 6-7) Deixar arrefecer bem, até ficar frio, polvilhar com o açúcar mascavado e queimar, com ferro quente ou maçarico. 120 g de açúcar. 1/2 litro de leite. 4dl de nata
Sobremesa da Dadá

Sobremesa da Dadá

Quando chega o calor a minha vontadededoces diminuiu radicalmente. A Dadá é a minha avó materna e tem doces maravilhosos
Arroz Doce com Leite Condensado

Arroz Doce com Leite Condensado

Leva-se ao lume o arroz, a água e a casca de limão até a água evaporar. De seguida, retira-se a casca de limão e junta-se o leite condensado e as natas, mexe-se durante dois minutos em lume brando
Arroz Doce com Leite Condensado

Arroz Doce com Leite Condensado

Sempre novas receitas deliciosasdedoces, salgados, petiscos e pratos para servir em seus almoços ou jantares, você encontra tudo aqui com a Ana Maria
Sobremesa de abóbora

Sobremesa de abóbora

Quando andei a pensar no que fazer com a minha mini-abóbora procurei primeiro sobremesas. Achei que a abóbora era demasiado mini e que o tal de curau parecia delicioso, pela cor, pela consistência e pelos ingredientes
Pavlova Com Morangos

Pavlova Com Morangos

ColherDe Chá De Essência De Baunilha. Bater as claras em castelo - adicionar uma pitada de sal às claras e enquanto bate ir adicionado o Açúcar, farinha, vinagre e baunilha
Pavlova II

Pavlova II

Adicione o açúcar mas uma colherde sopa de cada vez até acabar, sempre a bater. Desta vez tentei fazer a pavlova que uma vez vi no programa "Masterchef-Australia", na Sic Mulher